sábado, 24 de janeiro de 2009

Agora sim! É para chorar...

Diante de todas as discussões sobre pseudo-ciências e religião, acabo de ler em um jornal de grande circulação aqui no Rio de Janeiro uma notícia de deixar qualquer ser racional de boca aberta. Nosso novo e querido prefeito Eduardo Paes acaba de pedir socorro a FCCC para o combate as chuvas de verão. Então você me pergunta, o que é a FCCC? É a Fundação Cacique Cobra Coral! Por meio da médium Adelaide Scritori, o espírito do Cacique Cobra Coral é incorporado, sendo capaz de afastar (isso mesmo, AFASTAR) as chuvas de verão do Rio de Janeiro. Essa fundação já mantinha um convênio com a administração passada, porém desde o dia 31 de dezembro este convênio não foi renovado.

A FCCC diz não cobrar nenhuma verba da prefeitura do Rio de Janeiro para a formalização do contrato. Deste modo, o secretário de Obras e Serviços Públicos, Luiz Guaraná disse que se o convênio não tem custos para a prefeitura e tranquiliza a população, será renovado com muito prazer. Porém um diretor da fundação diz que além da parte mediunica (essa parte espiritual é de graça), a fundação conta com uma equipe de metereologistas que custa R$60.000 por convênio. Me pergunto, então da onde virá os R$60.000 mensais? (pense bem meu caro leitor) Nossa, essa é para pegar uma espingarda calibre 12, apontar para minha própria cabeça e disparar. A fundação diz que seu maior feito foi ter feito não chover durante uns poucos minutos durante a festa da queima de fogos no Reveillon carioca. Observação: isto porque choveu durante o dia inteiro.

A cada ano que passa, os temporais no Rio de Janeiro tem consequências mais desastrosas em nossa cidade. Barreiras desmoronam, crianças morrem soterradas, milhares de pessoas ficam desabrigadas, caos no trânsito e outros. Isto com a ajuda da eficiente fundação, tanto com a ajudas dos espíritos, como com a ajuda dos meteorologistas.

Agora me pergunto, por que uma fundação que diz controlar o tempo (como a Tempestade do X-men) precisa de uma equipe de meteorologistas? Se ela diz não cobrar a parte espiritual, por que não contratam somente os mediuns (não que isso seja uma coisa boa) e deixa a parte meteorológica com os especialistas que já existem?


Por que não chamamos ela? Marvel cadê você???


É para perder as esperanças. O prefeito que se diz católico, recorre ao espiritismo (ou seja lá qual for a religião que incorpora o Cacique Cobra Coral) para resolver problemas meteorológicos! (nunca entendi essas pessoas religiosas). Não é mais fácil dar um jeito na cidade? Modernizar o sistema de captação das águas pluviais, impedir que milhares de toneladas de lixo sejam jogadas nos nossos rios, que construções irregulares sejam feitas as margens desses mesmos rios ou em encostas com risco desmoronamento.

Bem, acho que vou fundar uma fundação espírita (essa parte de graça), mas com uma equipe de geólogos, engenheiros e biólogos especialistas em planejamento urbano. Essa fundação será especialista em controlar as mortes por soterramento e deslizamentos de terra em encostas. Os especialistas também são de graça, só cobramos o charuto (cubano) e a arruda por módicos R$50.000 mensais. É porque como as coisas aqui estão pretas, vai ser preciso muito charuto e arruda para dar jeito!

É isso que dá misturar religião e ciência (meteorologia). É uma irresponsabilidade e falta de discernimento a cogitação de tal convênio. Nossos governantes perdem tempo com coisas desse tipo, ao invés de pensarem em solução realmente concretas e factíveis. Perder tempo com isso, é gastar o meu dinheiro que pago em impostos em ações que não vão adiantar em nada. Pessoas continuam morrendo, casas continuam a ser destruídas e o trânsito continua um caos.


UPDATE - 25/01/09


Consegui achar o link para um resumo da reportagem. Vejam com os seus próprios olhos no sítio do jornal O Globo.

Para conhecer um pouco mais da fundação, olhem só o que tirei do sítio deles, da parte de "Quem somos":

A Fundação Cacique Cobra Coral foi criada para intervir nos desequilíbrios provocados pelo homem na natureza. Fundada por Ângelo Scritori e tendo a frente sua filha Adelaide Scritori também médium que incorpora o espírito e mentor Cacique Cobra Coral que também já teria sido de Galileu Galilei e Abraham Lincoln. Ângelo Scritori, morreu aos 104 anos, no ano de 2002.

Adelaide Scritori nasceu acompanhada de uma profecia.

História

Uma certa noite ao norte do Paraná, geava fortemente sobre o sítio da família, momento em que sua mãe entrou em trabalho de parto. Tão forte a geada que toda a plantação de café da pequena propriedade foi perdida. Ângelo Scritori afirma que naquela noite a profecia havia acontecido, o espírito do Padre Cícero (1844-1934) se manifestou, como costumava acontecer, por meio dele. Avisou, daquela feita, que a mais nova integrante da família teria poderes para se comunicar com outro espírito, um ente poderoso o suficiente para alterar fenômenos naturais.

Sete anos depois, já menina, Adelaide lembra ter recebido pela primeira vez, no centro espírita freqüentado pelos Scritori, as mensagens enviadas pelo Cacique Cobra Coral. Espírito que já teria sido Galileu Galilei e Abraham Lincoln. Anos depois Ângelo Scritori criou a Fundação Cacique Cobra Coral (FCCC) que logo passou a ter Adelaide Scritori à frente da Fundação. Com o passar dos anos os feitos tomaram tamanha proporção que a Fundação ganhou seguidores e colaboradores pelo mundo inteiro.

Nossa missão: Minimizar catástrofes que podem ocorrer em razão dos desequilíbrios provocados pelo homem na natureza.

Fundação Cacique Cobra Coral


Tirando a parte exotérica, eles são um grupo de confiança. Não sei porque gastamos milhões de reais com o CEPETEC/INPE para fazer previsões do tempo. Seria muito mais proveitoso fazer como a FCCC. Seus "dados" meteorológicos veem da "Tunikito corporation" (sic). "Um conglomerado de empresas que há mais de 20 anos tem se dedicado ao setor de seguros de automóveis, consultoria, administração e participação, representação comercial, locação de veículos importados e meteorologia em todo o mundo". Isso que eu chamo de foco em um tipo de negócio!

Parece uma piada de mau gosto, mas não é. Eles parecem ter convênio com várias prefeituras de todo o Brasil, como mostrado na parte de "convênios" do seu sítio. Dentre elas cidades pequenas como Rio de Janeiro, São Paulo e Porto Alegre.

9 comentários:

  1. Caros:
    A ciência, esta grande alavanca do progresso da humanidade emana da divindade, o mesmo acontece com um dos seus principais desdobramento; a tecnologia. Muitos cientistas, contudo, dominados por uma alargada sensação de orgulho e de força, procuram separar a ciência da ordem divina.
    Eles não estão sozinhos, analisando a trajetória dos acontecimentos humanos observamos também que muitas religiões decidiram, na defesa dos seus interesses dogmáticos, também se distanciar da ciência. E não foram apenas Galileu e Copérnico que sofreram com isso. Se o poder religioso tivesse se estendido até nossos tempos, na briga entre criacionalistas e evolucionistas, centenas de discípulos de Darwin seriam sacrificados, de alguma forma.
    A Fundação Cacique Cobra Coral abençoa o casamento entre Religião e Ciência. Não teme esta última, e ao contrário, a embala em seu colo evocando a harmonia da ordem divina.
    A Fundação Cacique Cobra Coral, estreita as relações entre Ciência e a Espiritualidade, fato que é caracterizado nas operações climáticas de suas entidades espirituais que atuam como agentes na ação direta sobre a natureza, agitando, acalmando ou dirigindo suas forças.
    De modo mais ostensivo íntegra-se a ciência quando utiliza como recursos as informações meteorológicas fornecidas pela ciência.
    Para que essas informações possam chegar de forma adequada até sua sede há necessidade de agilização: as antenas parabólicas, os sistemas de rastreamento internacional de satélite, fax, computadores, not book, palmtop, aliados ao "Pager e telefone celular", doados por nossos patrocinadores e colaboradores garantem a Fundação a otimização desse aspecto, principalmente no tocante a recepção das imagens de satélite e mapas meteorológicos em geral.
    A FCCC não é e nunca foi a solução para os problemas climáticos em SP,Rio e no mundo(17 paieses que atuamos), pois Combatemos os Efeitos e Cobramos do Estado o Combate as Causas, através de Obras de Infra-estrutura viária que visam minimizar tais fenômenos, funcionando como uma Espécie de Air Bag do Tempo...
    Enviamos alertas sim, mas com precisão e com no mínimo 30 dias de antecedência, como fizemos dia 10 de Abril (2005) alertando para as chuvas de 25 .05 .2005 que pararam SP
    em pleno Inverno. através de um alerta desse tipo, cobramos dos governantes limpeza de córregos, galerias, bueiros, etc. Há 02 alternativas nesse caso: Atender o pedido da FCCC e tomar as providencias necessárias ou pagar para ver...
    Todos Convenios sao isentos de onus, a FCCC tem vida financeira Independente e Neutra. Temos um pool de empresas privada que nos mantem.
    Permanecendo 'a sua inteira disposição para quaisquer esclarecimentos adicionais que acharem necessários, aqui me despeço.

    Cordialmente,

    FCCC
    www.fccc.org.br

    ResponderExcluir
  2. Pelo que entendi, essa fundação nada mais é do que uma junta de meteorologistas que por meio de ciência alerta sobre os 'estados' climáticos nesses estados,nada de especial,com tecnologia qualquer pessoa que tenha formação em meteorologia faz o mesmo, muitos meteorologistas fazem isso no Brasil todo, só não entendo o motivo de relacionar isso com religião e o porque deles ganahrem 60.000 por mês.

    ResponderExcluir
  3. Tatyane, eu sinceramente tenho muitas dúvidas do que você classifica como "junta de meteorologistas". Você está se referindo a "El niño Administração e participação", mais uma empresa que faz parte do conglomerado da "Tunikito corporation"?
    http://www.tunikito.com.br/tunikito/previsao_tempo.asp

    Realmente esse dinheiro está sendo muito bem gasto...

    ResponderExcluir
  4. Cara FCCC,

    Após analisar o site de vocês e o site da empresa Tunikito (a quem vocês tanto citam) acho desnecessária qualquer tipo de discussão sobre as ações da FCCC. Escrevi o post para alertar os absurdos da administração pública e dos pseudo cientistas religiosos ("estreitar relações entre ciência e espiritualidade"). Não vou entrar no mérito da questão "espiritual", mas sim na questão de usarem dados diversas agências meteorológicas respeitadas para "atualizar" a situação para o espírito a ser incorporado. Previsões de 30 dias de antêcedência é comumente feita por qualquer umas das respitadas agências. Seus exemplos de confirmação do "bom serviço" são piadas. Agora, para uma discussão no nível que vocês desejam, sugiro este site: http://www.clap.org.br/

    Atenciosamente,
    Breno

    ResponderExcluir
  5. Realmente eu achava que já tinha visto de tudo nessa vida! :o

    kkkkkkkkkkkkkkkkk


    Acho que já saquei a história dessas empresas.
    "El niño Administração e participação" deve ser realmente muito competente em ajudar a informar os espiritos sobre a situação do clima.
    Meu avô fazia a mesma coisa, mas eu conhecia como previsão segundo a situação climatica atual e não como espirito que baixou. Detalhe que meu avô nunca ganhou 60.000 mil por mÊs! =/

    ResponderExcluir
  6. R$60.000 por mês para meteorologistas particulares???? O Instituto Nacional de Meteorologia já não recebe verba pública suficiente para informar muito bem os governos sobre o tempo?

    E ainda me vem um charlatão defender a pobre instituição... ahãm... safadeza pura...

    ResponderExcluir
  7. Eu juro que acabo de colocar essa notícia em uma parte esquecida bem no fundo do meu cérebro.

    Tudo isso é tão surreal que, para aceitar o fato, eu preciso abrir mão da minha sanidade.

    Simplesmente não é possível.

    ResponderExcluir
  8. ah, que pena, eles tiraram o site do ar...

    ResponderExcluir